Cada dia basta seu mal
Deixe o tempo passar
Desligue desse mundo banal
Não adianta se lamentar

A vida é como um ciclo
E tem suas estações
É necessário ter o tempo frio
E logo chega o verão

Temos que ter confiança
Naquele que tudo estabeleceu
Chegará o clima da bonança
Para alma que esta etapa venceu

A metamorfose sangra
E dilacera o coração
No ventre molda a criança
Período de aflição

Mas a tempestade passa
E amanhece um lindo dia
Seja uma alma casta
Dê as mãos a sabedoria

A verdade bateu a sua porta
Não há mais nada a temer
Desapegue do que não importa
A matéria irá fenecer

Se tem vontade de chorar, chore
Isto faz bem a nossa alma
Liberte-se de tudo, não demore
Como flores brotará a calma

Descanse tranquila em seu leito
A alegria vem pela manhã
A paz transbordará em seu peito
Felicidade tamanha

Por Michele Mi