O entendimento é frio, é o resultado do caminho racional, a verdade, a lei, a razão e a lógica, um quadro perfeito que mostra a alma a própria liberdade. Mas o sentimento é quente, ele salta por nossas entranhas, é a prática, a vivência, uma felicidade tamanha. É extremamente necessário o entender, mas não é o suficiente, pois somente o saber não transforma a consciência. Tem que penetrar a semente no mais profundo da alma, a terra precisa estar fértil, e ser regada com a mais pura água. O princípio é o start, que ativa a vida no coração, então brotará o verdadeiro amor, o sentimento mais puro da compreensão. O entendimento é destrinchado, é óbvio e muito claro, mas o sentimento não fala, ele toca o imo e brilha pelos olhos. É notório o ar da sua presença, muitas vezes sem explicação, mas ele mexe com a alma da gente, parecendo um vulcão em erupção. Entendimento e sentimento, parece até uma perfeita simetria, os dois juntos se completam, foi o que me mostrou a sabedoria. A gana, a verve e o doar-se, refletem o sentimento que temos, parece que até vemos a cor da alva, da veste que nos cobre por dentro. Busquemos sentir a essência da vida que habita em nosso ser e naturalmente no espelho da alma iremos a todos resplandecer.

Por Michele Mi 
Tema: Maria Lúcia – Martins/RN