É preciso ter equilíbrio
E o objetivo na mente
Acionar o raciocínio
Ter liberdade consciente

A alma se renova
Quando sente a brisa lhe tocar
Os obstáculos e as provas
Servem para nos fortificar

Preste atenção nas paisagens
Mas não se iluda com o que é passageiro
Há uma guerra nessa nossa viagem
E devemos ser sóbrios guerreiros

Não dê descanso as suas pernas
Na vereda da vida não podemos parar
Sejam firmes as pedaladas no caminho
Até o nosso amanhecer chegar

E quando avistar a bela aurora
Sua alma exultará de prazer
Então lembrará da sua trajetória
O livro do seu viver

Coração aventureiro
Com essência jovial
Seja da vida companheiro
Siga o ritmo do divinal

Ele aponta a direção
E sabe como te guiar
Liberta o seu coração
Traz o verdadeiro curar

Não dê descanso as suas pernas
Na vereda da vida não podemos parar
Sejam firmes as pedaladas no caminho
Até o nosso amanhecer chegar

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Maldonado – Peruíbe/SP