Sabemos que pecado é erro contra o nosso Criador Deus, e convencer significa: persuadir, induzir através de idéias e argumentos, fazer acreditar em algo.
Esta frase foi usada por Jesus, pois a consciência dele sabia realmente o que enxergava do propósito da vida, e não só entendia como também praticava em si, pois a vontade do Criador é que nossa consciência ande pelo espírito e não pela carne, e Jesus viveu pelo espírito, assumiu o novo ser e por isso até hoje se fala dele, por causa da mudança radical que ele teve. E mesmo sem vivermos na época dele, nós sentimos que ele realmente cumpriu isso nele e não só ele, pois outros irmãos do passado, não falaram esta frase, mas os atos e ações deles mostraram por quem eles andavam, pois quando eles eram colocados a prova entre a carne e o espírito, eles não temiam nada e sempre ficavam ao lado de Deus e isto nos mostra que ninguém os convencia de pecado. Mas hoje somos nós aqui, neste tempo, nesta geração, dentro do mesmo propósito, é claro que temos estes irmãos como exemplo, mas é a nossa consciência que deve enxergar perfeitamente o propósito que estamos dentro, e sabemos que a porta do entendimento é estreita e deve ser contemplada para a consciência não ser levada pelas enxurradas do engano. Mas o que salva a nossa consciência é a prática, é termos as nossas ações pelo espírito, se fazer uma com ele, ter uma história vivida, sermos sóbrios, firmados na rocha que Deus nos assentou. Nada neste mundo pode nos abalar, nem palavras, nem adversidades, nem circunstâncias, pois descobrimos a verdade que nos liberta, que deixa nossa alma segura, a existência que nos completa, a sabedoria e sua alvura. Cada consciência deve sentir esta fortaleza dentro de si, sei o que enxergo, pois esta luz me acendeu e não tem como apagar, sinto meu trilhar no caminho da vida e a cada dia o Pai está a ensinar, moldar, aconselhar e sabemos que as palavras vem de Deus porque o conhecemos.

Por Michele Mi