São as que emanam de si mesmo
Aquelas que ninguém falou
Como águas que jorram da fonte
Que você mesmo buscou e encontrou

Caminho trilhado e vivido
No inverso do coração
Esquadrinhando o próprio imo
Aventura cheia de emoção

Uma procura diária
Voando alto ao seu encontro
Uma arte infinda e sábia
Palavras de acalanto

Como sementes da vida
Plantada na alma ventre
Broto que causa euforia
E alegra a sensível mente

Esta sabedoria não vem de fora
Mas reflete em nosso espelho
Como o raiar da bela aurora
Gravando na alma o conselho

Quem a possui tem a riqueza
E se adorna de seus pendentes
Entendimento e destreza
Vestimenta coerente

Na base a humildade
Que afasta toda soberba
Caminho de simplicidade
Faz de si uma realeza

Sua coroa reluz a todo momento
A áurea da consciência
O suspirar exala sentimento
Uma nobre inteligência

Por Michele Mi
Tema sugerido por: Márcia Rocher – Apucarana/PR