Alma frustrada
Tristeza que aperta o peito
Lágrimas na madrugada
Transbordam sobre seu leito

Sensação que a deixa pequena
Com pés e mãos atadas
Quer sentir-se serena
Mas sua flor está desbotada

Cadê o brilho do olhar
O brio da sua face?
A voz quer embargar
Na garganta um enlace

Sentimento desgostoso
Amargura no coração
Processo doloroso
Em busca da libertação

Quantas coisas nos afligem
Tirando o estado de paz
Seja firme, não desista
Alie-se a quem te compraz

Que deixa tua alma plena
Leve, solta e feliz
Voe como uma pena
Rumo a sua diretriz

Basta um novo amanhecer
Para mudar o sentimento
A semente plantada crescer
Cessando o sofrimento

Sentimento desgostoso
Amargura no coração
Processo doloroso
Em busca da libertação

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Maria Lúcia – Martins/ RN