Só você pode planta-la
Na tua terra “coração”
Dia a dia irriga-la
Com as águas da compreensão

Não fique olhando para fora
Mas cuide do próprio interno
Com o tempo a semente aflora
E transmuta a estação do inverno

Sentimento tão almejado
Por todas as consciências
Mas deve ser conquistado
Com determinação e prudência

Tua paz
Um estado de completude
Minha paz
Frutos advindos do lume

Depende de cada alma
Ver-se e espelhar-se
Buscar a cura e sua calma
E não deixar contaminar-se

Cada um é que deve enxergar
E a sua alma dar valor
Com muito carinho zelar
E crescer no sentimento do amor

A sabedoria nos ensina
E amplia nossa visão
Acende a luz e irradia
Clareia toda imensidão

Tua paz
Um estado de completude
Minha paz
Frutos advindos do lume

Por Michele Mi 
Tema: Loir Xavier – Campo Grande/MS