Elas passeiam em nosso meio
Pra onde olho vejo seu brilho
Na melodia dos pássaros por seus gorjeios
No pulsar do coração em meu imo

Pontos de luz, estrela viva
No céu interno, imensidão
Plenitude da sabedoria
Guardada na palma da sua mão

Abra seu relicário
Permita-se conhecer
Quais as escrituras no seu diário
Sua história, seu viver?

A vida nos acena a todo instante
Na sua chegada e sua partida
A morte fria e intrigante
Nos aguça a buscar a saída

Chegará o dia da ceifa
Um processo natural
Não deixe que seu fruto pereça
Colha para o celestial

A vida continua
Para quem a planta no coração
Tornando-se alma pura
Trilhando os passos da razão

Vida,
Nosso bem mais precioso
Vida,
Porção do Majestoso

Manifesta em cada olhar
Sua linguagem é o entendimento
Seja sempre o meu espelhar
O mais nobre sentimento

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Wilma Flora dos Santos – Tatuí/SP