A consciência pode ser o céu ou o inferno! Pode haver nela belas árvores frondosas ou densas ervas daninhas! E mais uma vez volto a afirmar: tudo depende exclusivamente do querer desta! Sem dúvida que uma consciência voltada para o espírito de Deus irá fertilizar e irrigar seu campo com o que lhe traz a certeza de crescimento, amadurecimento e farta colheita. E tudo, depende da própria consciência em desfazer-se do que lhe causa dano, juntamente com ações que lhe possibilitem e encaminhem para a realização do processo em si, tendo o senhor como condutor. Determinação aliada a sabedoria para não errar nos passos e acabar retrocedendo ao invés de prosseguir. Sim, o céu de cada consciência é da cor da existência que esta tem por senhor. Pode ser de um azul intenso ou negro e denso! Depende do querer de cada consciência, sabendo de antemão que, para cada fim, há um meio!

Por Loir Xavier