Duas ações e para as tais a mola propulsora é o querer. Abrir-se, é se predispor a ouvir, conhecer o quadro real da razão de existir, interpretá-lo e entendê-lo. Ao realizar tais ações certamente o Homem descobrir-se-á como consciência e ao se dar tal fato, jamais será o mesmo, ainda que continue escravizado pela carne. A verdade de Deus que encontramos no propósito é real, forte e se contrapõe a qualquer subterfúgio do engano na tentativa de justificação, mesmo que todo o tempo à busque, sabe que está no erro.
Descobrir-se é sentir a vida! Digo a vida como é propriamente, o verbo em cada um. Descobrir-se é enxergar que ela, a vida, não é a vivência feita através das relações construídas aqui neste lugar, mas o espírito santo de Deus em nós. Ele é a nossa vida, o respirar, as batidas pulsantes do coração, cada pigmento da pele, o tudo em nós!
Abrir-se e descobrir-se é ver, reconhecer e buscar ser eterno!

Por Loir Xavier