Suave, doce exalar de um delicioso e perfeito cheiro, inebriante, esse é o aroma da vida. Exala para que todos o sintam, mas poucos tem o olfato apurado para captar seu perfume, seu cheiro depurado, de perfeita e única essência da vida.
Infelizmente, o que predomina são os cheiros fétidos dos aromas podres carnais, que exalam o cheiro da morte, morte eterna. Esses, contaminam e dominam todas as casas, deixando-as num triste estado mórbido, errantes, aguardando o fim. E ainda que o aroma da vida exale, essas já acostumadas a podridão recusam-se a senti-lo, a experimentar seus efeitos e viver exalando a vida!

Por Loir Xavier