Por muito tempo vi a vida em mim sendo ceifada pelo engano. Hoje vejo tantos e tantos do mesmo modo. Algumas próximas, outras distantes, mas caminhando para um triste fim, o vazio eterno. Lá onde é o nada! Que tristeza! Que desalento ver que tudo poderia e pode ser diferente. Mas onde está o querer? Onde está? Vejo que as consciências não importam-se com o para onde irão depois que o espírito que lhes dá a vida voltar à Deus. São tragadas pelo mundo e por tudo que o engano oferece. Que tristeza, que desalento! É preciso cuidar da nossa consciência de forma que no dia final possamos ser achados Nele! A vida carnal só causa decepções, dor, frustrações e uma enormidade de sentimentos ruins que destroem, massacram. Mas quem quer enxergar a verdade? Pelo contrário, querem a cada dia afundar-se mais e mais na mentira e fazem dela sua verdade. E quando vier o fim…será eterno!

Por Loir Xavier