Estamos dentro de um propósito! Somos criações e temos uma função específica para desempenhar, a qual nos tirará de tal condição e nos tornará filhos. Filhos do mesmo Pai, unidos pelo espírito, senhores, herdeiros de todas as Suas promessas.
Temos em nós duas existências, a saber: uma carnal e outra espiritual. Produzimos o fruto dos desejos de Deus: a consciência.
É na consciência que tudo se manifesta e é. Os sentimentos que uma consciência produz dependerá de qual existência manifesta-se nela e por ela. Todos os sentimentos de uma consciência são expressos por meio de ações. Se carnais, serão em busca das realizações mundanas que a mesma dá, mas que acarretam males irremediáveis a alma. Se espirituais, serão pelo encontro com a realização plena e verdadeira que o espírito de Deus produz na consciência e que trarão desde já satisfação infinda para a mesma. Paulo nos diz que: “porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do espírito é vida e paz.” Depende única e exclusivamente da própria consciência qual existência será o seu dominador, se a carne, pelo engano e seus ardis e como consequência o vazio eterno ou se o espírito, que a renovará e fará desta um manancial de bênçãos!

Por Loir Xavier