Para mim e diante de mim estava preparado um caminho reto e perfeito! Nasceria, cresceria e produziria o fruto, o qual é a razão de minha existência. Passaria pelo caminho reto e perfeito, absorvendo e fortificando-o com os nutrientes do céu, até que este saudável e robusto estivesse pronto para a colheita. Ao final deste caminho não estaria um pote de ouro, por que o maior tesouro levo comigo, já está dentro de mim. Ao final deste caminho estará o lar eterno onde a vida não se acaba, onde é a morada do Senhor! Mas, por desobediência não escutei a voz Daquele que em mim habita e acabei por criar curvas, bifurcações e uma porção de remendos ao caminho. Quantos erros! Quantos tropeços! Quantas quedas! Quantas dores! Agora preciso regressar até onde caí, começar tudo de novo, alimentar meu fruto com os nutrientes do céu, até que este esteja pronto para a colheita. O caminho continua reto e perfeito, diante de mim, para mim e o meu tesouro junto a mim à me conduzir até chegar a morada eterna, ao meu lar!

Por Loir Xavier