Ao perguntarmos ao nosso espelho, a consciência, algo relacionado a nós mesmos, logo recebemos a resposta e dependendo do nível de sinceridade, a refutamos imediatamente. Mas o espelho, a nossa consciência, reflete a verdade, pondo à vista o que dantes estava na penumbra das sombras. Sabemos que a salvação é individual, que consciência por consciência tem que realizar o propósito de Deus, trilhar o caminho, analisar o que está refletindo, corrigir-se e sair da contramão, a fim de que a maravilhosa luz do espírito santo de Deus inunde e ilumine, de modo que não hajam mais sombras. Sabemos que o nosso olhar têm que ser primordialmente para nossa consciência, para o nosso crescimento espiritual, por que os nossos erros não serão justificados pelos de nenhuma outra, aliás esses devem servir para a nossa correção, a fim de não incorrermos aos mesmos.

Por Loir Xavier