“Não farás para ti imagens de escultura…”, esse é um mandamento de Deus à todos os Homens, mas como todos os outros também não é cumprido. Ao falarmos de imagens hoje, não podemos nos referir somente as esculpidas em barro ou qualquer outro tipo de matéria prima, mas também a tudo que é motivo de adoração e devoção. As consciências vivem de maneira tão insubordinadas, tão insubmissas que a transgressão passou a ser natural e normal, aliás desde tempos longínquos. Poderíamos citar que seria por falta de conhecimento, mas sabemos que na realidade é por estarem vazios do conhecimento e entendimento de Deus e cheios, transbordantes de crenças errôneas. Criam deuses e deuses a cada click, a cada flash, a cada entalhe e não se atentam que a adoração deve ser somente para o Criador de tudo que há, para o Único, Grande, Digno, Absoluto e verdadeiro Senhor!

Por Loir Xavier