Pergunta cabal!!!! Todas as pessoas já se fizeram diante de algum fato marcante, mais peculiar as mães, mas quem nunca a fez a si mesmo?

A palavra erro em seu significado quer dizer: falta de acerto, engano, ação ou comportamento inadequado, ausência de igualdade, de concordância, falha…e inúmeros outros. Bem, atire a primeira pedra quem nunca cometeu erros! Erros não podem ser apagados com uma borracha e trazem consequências para a vivência de todo indivíduo. Entretanto, podem ser corrigidos! É lógico que há erros corriqueiros cometidos no dia a dia, alguns até despercebidos, contudo há erros que levam a morte, não somente a morte da carne, que já é fato contundente, mas a eterna.

Lembrando, que estamos dentro de um propósito e que, como integrantes deste, deveríamos nascer, crescer e produzir a consciência, o fruto para deleite de nosso Criador Deus. Contudo, a criação deu erro invertendo a lógica, amando mais a criatura do que o Criador! Então, onde foi que eu errei? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses? Hoje sei, comi do fruto!!! Entretanto nosso irmão Paulo nos alerta que de nada vale o saber, mas o praticar, que implica em converter o caminho.

Em uma passagem bíblica nos exorta dizendo: “lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras…” Esta é a prática, dar à Deus o que é de Deus! Para tanto, é necessário um arrependimento genuíno e que produza frutos dignos. O tempo da ignorância acabou e não será levado em consideração, porém, é preciso estruturar a consciência no Senhor, fazer dela verdadeiramente Sua morada, tê-lo como baluarte, corpo eterno!

Onde foi que eu errei? Bem, já não cabe a mim erros, mas acertos! Minha consciência tem plena e irrestrita convicção da verdade e de que o propósito de Deus é o caminho para a vida eterna! Que se cumpra em minha consciência “o viver segundo a vontade do espírito santo de Deus que habita em mim”, o meu Senhor, a minha vida! Tudo está em minhas mãos!!!!

Por Loir Xavier