Externar sentimentos depende e muito se o sentimos, se o vivenciamos. Somos testemunhas do que vivemos. A primeira forma de pregar o evangelho é nas mudanças que o Cristo que pregamos opera em nossas consciências e consequentemente em nossa forma de viver, em nossas atitudes. Por isso é imprescindível pregarmos á nós mesmos em primeiro lugar. No propósito de Deus em que somos integrantes é imperativo mortificar a carne que tanto se faz soberana dominando completamente as consciências e eleger o Senhor como Absoluto. É uma questão de escolher entre fim e começo, entre morte ou vida eterna.

Por Loir Xavier