Podemos contar o tempo por várias maneiras: dia, anos, décadas…e por aí vai. Podemos contar
o tempo, ao vermos a imagem refletida no espelho e notarmos que o tempo está passando. O tempo passa e não para! Cada consciência tem um tempo hábil para descobrir-se como tal, para ver-se dentro de um propósito e usar com sabedoria esse tempo, a fim de realizá-lo. O tempo será eterno após a morte da carne e esse fato não se sabe o tempo, nem o dia e tão pouco a hora. Pode ocorrer a qualquer momento, num piscar de olhos e plumt…acabou-se o tempo! Sabemos que há uma eternidade à frente com dois fins específicos e que nossas escolhas hoje, enquanto ainda temos tempo, a decidirá. É preciso, ainda no tempo que resta, acreditar e encontrar-se com o espírito da vida, senti-lo, agarrar-se e cercar-se dele, vivendo e cumprindo o propósito, pois o tempo urge, o tempo é hoje, agora, enquanto ainda há tempo, porque nunca sabemos quanto tempo o tempo tem!

Por Loir Xavier