No mundo, em geral é o que as consciências buscam com afinco, reconhecimento por seus feitos. Por isso dedicam-se com todas as forças para a conquista de seus objetivos carnais. Afinal por menor relevância ou importância que possa parecer ao outro uma conquista, sempre haverá em seu meio o reconhecimento devido. Receber lisonjas, sentir prazer pelo triunfo, ter o nome lembrado, ficar na história, ter os seus passos como exemplo idôneo e ilibado. Mas do que vale pouco tempo de glória se o importante é ser eterno na glória? Estamos dentro de um propósito e o que nos importa é sua realização. O nosso reconhecimento deve ser por sermos a consciência perfeita para o habitat do espírito santo de Deus.Temos exemplos valorosos de irmãos que o fizeram e que nos instigam a seguir no caminho e que não nos deixam esmorecermos, desde o princípio e ainda hoje em nosso meio. A nossa glória, o nosso triunfo é que o nome do senhor seja exaltado, magnificado, que o conheçam verdadeiramente como Ele é, pela manifestação do senhor em nossas consciências, que transparecerá em nossas vivências e será testificado!

Por Loir Xavier