Me deparo a pensar sobre qual é o sentimento e por onde passa o pensamento de uma consciência sobre a continuidade da vida. É certo que em algum momento perguntam-se para onde irão após a morte carnal, haja visto que a morte da carne é algo certo. Será que fazem uma retrospectiva sobre suas vidas carnais relacionando seu proceder com a vida eterna? Analisam o caminho que estão trilhando? Pela situação das consciências fica fácil perceber que não, talvez em seu leito de morte. Não buscam por acharem que o preço de sua salvação já foi pago, não importando a vida que têm ou tiveram. Ledo engano, pois estamos dentro de um propósito em que é priori morrer para a carne e viver para o espírito. A vida da consciência continua no plano espiritual, mas somente para aqueles que a Ele se entregarem e realizarem o propósito para o qual foram criados. Vida de relacionamento com o Pai, de entrega, de realização, de comprometimento, de renascimento espiritual, pois “carne e sangue não entrarão no céu”, somente a consciência ligada ao espírito, pois Deus é espírito.

Por Loir Xavier