“Da linda pátria estou mui longe…” Esse é um trecho de uma velha e conhecida canção que certamente expressa o sentimento de não pertencer a esse lugar, a esse mundo. Estamos dentro de um propósito que nos incita a deixarmos de ser carnais. Trocarmos as vestes velhas e surradas por vestes alvas, limpas, novas, afim de sermos revestidos pelo espírito de Deus que em nós habita, pela verdade do Pai que em nós impera. Lutar contra as forças contrárias da carne que nos rodeia tentando nos cegar e tirar-nos do caminho perfeito do entendimento e contra tudo que nos impeça de realizarmos em nossas consciências o propósito para o qual fomos criados, até que chegue o dia em que retornaremos ao lar, à pátria celestial.

Por Loir Xavier