“E mais uma vez eu digo: nós estamos dentro de um propósito!”, incansáveis palavras ditas por quem anuncia as boas novas. E mais uma vez eu reafirmo: sim, estamos dentro de um propósito. E este se dá em nós, para que façamos cumprir em nossas consciências o viver segundo o espírito e o morrer para a carne, a fim de nos tornarmos um novo ser, um ser espiritual, para enfim quando o dia final chegar, no qual o espírito de Deus que habita em nós e nos dá a vida voltar ao Pai, possamos juntamente com ele alçar o vôo e alcançar a vida eterna no plano espiritual, de nossas consciências. Sim, a eternidade se dará em nossas consciências, pois é certo que carne e sangue nada herdarão, e seu fim dependerá do caminho que trilhou: se pelo espírito gerando e trocando de ser, a morada eterna ao lado do Senhor; se pela carne, o vazio eterno de sofrimentos e lamentos. Mas é bom lembrar que não basta raciocinar, entender e enxergar, mas praticar, pois a salvação depende exclusivamente da prática e não do saber de cada consciência.

Por Loir Xavier