Desde sempre o Homem porta-se de maneira escabrosa, ou seja, o que deve fazer não o faz, mas o que não deve, sente imenso prazer em fazê-lo. No mundo de hoje perdeu-se completamente os valores, a moral e a ética já não tem lugar na conduta das pessoas, pois deturpou-se tudo. A dita sociedade já não identifica o que é certo ou errado, o que é moral ou imoral, tudo é normal e aceitável, tudo é lícito, tudo convém. Tudo absurdamente pelo avesso! A iniquidade apossou-se de tal maneira das consciências, que estas agem inversamente ao propósito estabelecido por Deus. Sem dúvida que este mundo é do maligno, haja visto o proceder do povo que nele habita e o seu trono está na consciência de cada ser humano, de onde reina absoluto. A inversão de valores é tão presente na vivência humana que honram e dignificam o que perece, que esvai e o fazem em nome do Criador, que tornou-se subserviente ao invés de exaltado como Único, Digno e Absoluto Senhor! E o que se vê, são bilhões de consciências perecidas, fracas, débeis, entregues as suas próprias sandices, saboreando suas amarguras por terem invertido a lógica, colocando-se como o centro da rodamoinho do vento. Tudo absurdamente pelo avesso! Abriram-se as trincheiras e o engano embala as consciências com sua melodia e hipnotizadas dançam de acordo com o ritmo.

Por Loir Xavier