À princípio dá uma raiva enorme, crescente, aquela vontade de mandar a verdade calar a boca, ou de fuzilar com os olhos e fazer cessar o som de onde ela está vindo. E quanto mais se ouve mais revolta causa…herege é o primeiro adjetivo, seguido de anti Cristo, louco, enfim fiquemos nos que são possíveis a escrita rsrs. Alguns dão as costas e decidem nunca mais dar ouvidos aos incômodos que sentiu quando a verdade bateu forte, em contraposição com as raízes profundas na consciência (embora não se saiba o que é, se sente). Mas falando de mim, relutei, esbravejei, senti dores, chorei e por fim me calei. A verdade surgiu e acomodou-se como uma veste feito sob medida, cobriu-me, aconchegou-me, livrou-me dos enganos. Hoje…Bem agora busco fazer aquilo que cabe a mim, consciência, fazer, juntamente com o meu senhor, limpar-me de forma a ficar mais alva que a neve. O caminho é introspectivo, único e cheinho da presença de Deus, que está em mim, mostrando, revelando por onde devo seguir até o completo realizar. A verdade emerge e transforma o campo árido e seco e dele faz surgir mananciais!

Por Loir Xavier