Pesquisas e pesquisas e vem à revelação de que a lua não tem luz própria, mas que depende da que irradia do sol para brilhar e iluminar esse planeta. Assim também é o nosso corpo carnal, não tem vida própria e depende exclusivamente da vida que o espírito de Deus a dá. Apesar de todas as evidências dessa verdade, pois a morte carnal se dá a partir do momento que esse espírito volta à Deus, as consciências insistem em não fazer caso dele. Bem, também não se reconhecem como consciência, como sendo o produto da colheita, o fruto que deveria ser perfeito, doce e suculento, próprio para a degustação do Criador, afinal tudo criou e preparou para o Seu benefício. Mas enquanto carne, são cientes em tudo porque trabalham constantemente em seu favor, viram-se do avesso para a realização da tal “felicidade”. A vida com Deus já está resolvida, afinal o céu é para todos. Sim, o céu é para todos os que se tornarem filhos de Deus! E para tal há um caminho para trilhar, um propósito para realizar, um jogo de vida x morte para ganhar.

Por Loir Xavier