Isto é o que a carne dá as consciências. No final como já vemos, todas perdem o jogo, por moverem erradamente as peças. Eu conheci a verdade de Deus e sei quais as peças que devo conservar no tabuleiro até o final do jogo para poder garantir a minha vitória, ou melhor, a vitória de Deus mediante o meu retorno ao lar com o espírito da vida. Sei qual a peça devo aniquilar, pois esta me impede de prosseguir e conquistar o prêmio, o meu galardão. Hoje tenho ciência de que a igreja de Cristo sou eu, é a minha consciência e é nela que o senhor deve ser soberano e seu poderio manifestado e testificado, para que vejam em mim a sua glória. Há muito que ser corrigido? Sim há e por isso faz-se necessário o silêncio, pois quem muito fala não escuta a voz do espírito santo de Deus à conduzir e acaba por trocar os pés pelas mãos e fazer aquilo que supostamente ouviu Dele, mas de si próprio. Por isso sempre tomo um trecho de uma canção como oração “Meu Deus, ensina-me os Teus caminhos, liberta-me dos meus espinhos e me dê sabedoria”, para pensar, agir, falar e viver segundo o querer e na direção que o seu espírito me conduz, aniquilando o mal e mantendo as peças que me darão a coroa da vida!

Por Loir Xavier