Mesmo quando não se tem mais esperança existe a força da vida que faz com que se eleve a expectativa, como que uma miúda faísca em busca de tornar-se labareda. Por vezes nos sentimos sem ânimo, desfalecidos, com gosto de derrota à boca, mas no fundo no fundo o desejo é do transformar, mudar de rumo de estado interno, mesmo não sabendo que caminho pegar. Tateei feito cega num caminho perdido, longe de mim mesma, não me procurava, nem queria me encontrar, andava a noite nesta estrada sem previsão de voltar. Tanta insignificância, ignorância nem lembrava-me mais dos meus dias de infância, doces, ah! Tempos doces! Estado de pureza, sem fraqueza, sem medo em confiança. Sei que não foi assim com todos, mas foi assim comigo. Cresci, mas minha consciência ficou lá trás, a desenvoltura não foi legal. Os tempos passaram e eu permaneci por muito tempo na minha juventude amarga, em minha solitária, mesmo não estando sozinha. Não percebia, tentava preencher-me deste mundo vazio, minha alma sombria descarrilhava cada vez mais e mais sem brio. Já era o fim mesmo não tendo chegado no final.

Ainda não consigo entender como encontrei a luz, a saída, só sei que encontrei e sou feliz por isto, sou prova viva disto, de que há o tempo certo para tudo. Há tempo de chorar, há tempo de sorrir, há tempo de plantar, há tempo de colher, há tempo de sofrer, há tempo de comprazer e eu escolhi a tempo o tempo de mudar, mudar de lugar, de estado, de caminho, de lado. Não falo sobre as coisas externas mas sobre o que há aqui dentro de mim. Podemos ser prova viva de mudança, de desejo, tornar uma alma criança, mudar todo o desfecho. Que nossa história possa ser eterna, sem ter que contar primavera, escrita nas tábuas internas, pela mão que reverbera. Só depende de nós, do nosso querer e do nosso efetuar. E quando sentimos internamente esta ação, o prazer vai tornando consciente transbordando pelo coração.

 

Por Patricia Campos

2 COMENTÁRIOS

  1. A história de vida de cada um, tem percursos sinuosos sempre, para nos dar um abanão e seguir o caminho certo em direção à luz, que nasce connosco , maioria das vezes não nos apercebemos , e quando a conseguimos encontrar seguimos o rumo da verdade , encontramos a Paz desejada ,o nosso Eu vive livre das agressões externas, aí sim há um grito de esperança, há liberdade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.