Poesia: “Quero ser usado”

Ó Maestro divinal
Rege-me o teu querer
Com teu tom triunfal
Faça-me reviver

Com tuas notas
Nota-me
Com o teu tocar
Toca-me
Faça meu imo nobre
Equalize-o com teus acordes

Só assim estarei em paz
Meu estado de eterno cais
Sairei deste alcatraz
Em busca do que compraz

O meu caminhar é escuro
Só por ti vencerei este mundo
Hoje é o tempo oportuno
De derrubar o meu muro

Para que eu possa ver-me
E também poder lhe ver
Para que eu possa vencer
E também poder viver

O poder está em minhas mãos
Mas eu quero estar nas tuas
Uma conexão
Que atravessa qualquer desventura

Que chega à outro lado
Ou melhor, outro plano
Unidos e bem acoplados
Enlace de um grande encontro

Pelo plano que tu fizeste
Desde a fundação do verbo
Fez-me feito cipreste
Por tua luz reverbero

O timbre da tua voz traz-me tranquilidade
Sinto-me pássaro no ninho
Melodia que soa verdade
Ao adentrar por meus tímpanos

Usa-me e sentir-me-ei útil
Quero ser pena nas mãos do maior escritor
És luz no fim do meu túnel
O sentido do que é amor

Por Patricia C.