A vida realmente é muito bela, pois Deus a assentou em nós para que por ela possamos brilhar, desabrochar e amar. A vida que recito nesse texto é a mão que o Senhor me estendeu, é a brasa viva do Altar de Deus, é o manto que cobre a minha alma, é o lençol que esquenta meu coração, este é o espírito do Senhor Jeová que está sobre mim, ele vive, sim, o meu senhor vive em mim e de passo a passo o próprio embelezará o meu jardim para apenas exalar o bom cheiro do amor, da mansidão, da calma e paz. Nós estamos dentro de um propósito e devemos buscar entende-lo para realizarmos em nós, pois só pela prática deste, adentraremos no céu pelo espírito. Não viemos aqui por outra coisa, mas sim para servir ao senhor da vida lhe entregando a nossa consciência em suas mãos para que ele a aperfeiçoe, molde e deixe do seu agrado. A vida com a sua beleza canta bem alto aqui dentro e eu ouço o ecoar da sua voz me chamando para lutar e com ele subir ao céu, pois nesse lugar não é a minha morada, lá em cima é que é o meu lar junto com aqueles que agarraram a vida e fizeram dela o seu resplendor. A beleza da vida mora dentro de cada um, basta acendermos a lareira para enxergarmos a luz da nossa estrela brilhando no interno céu…

Por Maria Lúcia