A sabedoria verdadeira do céu tem como base a sandália da simplicidade, e Deus como Autor dela fez multiplicar os seus ramos dando-lhes frutos, pétalas e cheiro. Eu vejo a sabedoria de Deus no mar, no vento, na natureza e em mim mesma, pois me olho e digo: quanta perfeição é o meu corpo carnal! Aqui do lado de fora, tanto no voar de um passarinho no meio do céu, quanto num caminhar de uma formiga, testificamos toda esta grandiosidade que Deus criou, é simplesmente espetacular tudo isto que nossos olhos carnais veem, mas além disso o ser humano não enxerga o porque desse palco todo montado, desse cenário magnífico, deste propósito que estamos dentro. A sabedoria do Homem não atinge o grau da magnitude de Deus, pois esta não ultrapassa a linha que divide o céu deste mundo, ou seja, o saber do Homem é só o terreno e não passa disso, mas também não deixa de ser conhecimentos espetaculares, mas nada comparado a simplicidade do propósito de Deus, que este era para todas as consciências entenderem e realizarem a vontade Dele.
A base da sabedoria de Deus é a simplicidade, o amor e a pureza, talvez seja por isto que nenhuma consciência enxerga a singela vida divina dentro dela, pois todas estão de salto alto mostrando o que não são, e o que não tem.

Por Maria Lucia