Chegará um dia que você verá o corpo de sua mãe, de um filho, de um irmão ou de um amigo dentro de um caixão, essa hora é certa que acontecerá e você firme precisa estar com os pés fixos na rocha. A sua estrutura mental tem que estar construída no espírito de Deus, pois quando vier a morte, ela não se abalará e você não cairá com os ventos. Nesse mundo tudo vem e vai, pessoas entram e saem de sua vida e você não precisa se ligar a nenhuma delas pela carne porque a própria é pó e a mesma se esvai. Sua base não é família e amigos, sua base é o espírito de Deus que vive dentro de você lhe dando a vida. Aqui fora sempre estamos sozinhos, mas dentro de você há um amigo e companheiro fiel que está do seu lado, basta procurá-lo para conhecê-lo, ele está junto de ti desde que você foi inseminado no ventre de sua mãe, pois foi o anjo de Deus quem te formou em ser humano e se hoje ainda está vivo pode crer que é o espírito do Senhor batendo o seu coração.

A sua esperança deposite no senhor, mas não espere que as coisas aconteçam, pois é você quem deve fazê-las acontecer, dê o primeiro passo firme no caminho da vida, que Deus te ensinará como dar o resto, não se apavore se o ardor estiver queimando, dói, mas passa. A estrada para se chegar no céu é longa, pois deixará de ser e de viver o velho e passará a compreender o novo para vivê-lo e senti-lo, é uma metamorfose interna que a alma grita e chora, mas ela precisa ver que tudo é para o seu próprio bem eterno e que é necessário mudar para nascer. Então já comece a enxergar a verdade do que é, que um dia todos vão estar dentro de um caixão, inclusive você, temos que viver e morrer ao mesmo tempo e dizer como um irmão do passado que disse: todo dia eu morro um pouco na carne. Começar a largar tudo deste mundo é o melhor que você faz, faça como Abraão que partiu e nunca mais voltou, siga os passos de Rute que procurou abrigo no senhor, ele te confortará assim como confortou o coração da linda Rebeca que virou as costas para este mundo, vista-se como ela se vestiu com as joias dos céus e prossiga, vá ao encontro do seu rei que uma hora ele virá…

Por Maria Lúcia