A razão nos diz que este mundo é dos mortais, pois o mesmo é matéria e tudo que nele há, que nos é oferecido, tira a nossa consciência do caminho de Deus. A vida que temos foi Deus quem nos deu e se brincarmos com ela para gozarmos os desejos carnais perderemos a vida do espírito, ou seja, se nós, consciências nos deixarmos levar pelo que o diabo oferece, ele nos arrastará para o vazio. O nosso erro diante de Deus é andarmos pela carne e este depois de conhecido pela consciência, ela precisa se corrigir destruindo tudo que ergueu na base carnal, apagar tudo que escreveu na sua linha do tempo, riscar da sua memória o que guardou por muito tempo, tirar do coração as mágoas e o negrume que penalizam o pobre peito, e rabiscar com tinta preta os laços carnais que fez durante os anos vividos para o mundo. O desligar dos sentimentos da carne, vejo que é uma coisa muito profunda e doída ao mesmo tempo, pois são sentimentos maus aos olhos do senhor, e que, quando você passa a arranca-los do coração, as dores são sentidas e toda compreensão temos que ter, porque é pela fornalha de Deus que nos purificamos para agradar ao Pai. A minha fornalha queima até quando a carne dorme, pois logo os sonhos da noite vem e nunca durmo, é Deus mostrando os meus erros para eu me corrigir diante da vida que Ele me deu, pois se ficar nesse mundinho de fantasias, irei para o buraco junto com todo o mundo… Deus me sela e me orienta e vou obedece-lo e fazer o que o senhor me mandou…

Por Maria Lúcia