São muitos os rastros deixados pelos nossos irmãos do passado, foram pegadas fortes que marcaram os corações, decisões firmes que alavancaram seus passos rumo ao céu. Mas houve também na história rastros ruins, péssimos aos olhos de Deus, incrédulos que trocaram o senhor por este mundo, traidores da justiça que abandonaram o caminho da verdade para se prostituírem com seus desejos, e esses que seguiram o mal, hoje estão em densas trevas eternas se perguntando: o que eu fiz da minha vida? Diferente daqueles que andaram na justiça de Deus e hoje vivem na luz, na graça do Senhor e viverão por toda eternidade com Cristo no paraíso. Rastros bons do passado temos muitos, assim também como os maus. É linda a história de cada irmão que desenhou as suas pegadas junto com a de Cristo.

Mas hoje quem está aqui sou eu, e não devo só viver as emoções do passado, pois eu tenho a minha vida, o meu senhor, e com ele vou construir a minha história, terei minhas próprias vivências, alegrias e emoções. Hoje sou eu que tenho que viver o Deus Rei, representá-lo bem aqui na Terra, ser obediente ao meu Pai e fazer tudo que me ordenar, sou eu que tenho que inundar-me do amor, de virar as costas para tudo, de ser justa diante de Deus e dos Homens, de dormir a cada dia com os leões e escapar ilesa de suas garras, de enfrentar as fornalhas ardentes e sair vitoriosa, hoje sou eu que prossigo no caminho do senhor com Deus e por Deus, sou eu que tenho que escrever o meu nome no livro perpétuo da vida, a minha história com Cristo sou eu quem devo escrever, pois sou eu quem estou aqui hoje e posso sim me juntar com aqueles que deixaram grandes rastros e exemplos magníficos para quem quiser seguir. Nossas histórias somos nós que fazemos, então que lutemos para deixarmos a marca do amor em outros corações…

Por Maria Lúcia