Não existe outro caminho para a consciência enxergar o propósito de Deus senão pelo raciocínio lógico, pois é por este olho que tudo enxergamos e passamos a ver claramente as coisas, assim como na luz do dia. Mas o que vemos também é a imensa escuridão dentro das consciências, elas não andam na luz da sabedoria, mas seguem se arrastando sobre a sombra da lua, e o dia para elas fica só nas fantasias e imaginações. As consciências dormem neste pó terreno, estão mortas para a vida, dentro das próprias só há coisas mortais, é um verdadeiro cemitério cheio de ossos secos, são sepulturas caiadas, que por fora visivelmente são belas, mas por dentro só podridão.

É difícil ressuscitar uma alma para a vida, mas no meio do céu de Deus tocamos o som celestial, fazemos chover água pura e cristalina que sai direto da rocha do senhor, são gotas que revigoram o coração, purificam os pulmões e lava todo o interno ressuscitando-as para o Cristo que dentro de vós habita. Vamos consciências, abram os seus olhos e despertem para a luz, saíam de dentro de seus caixões, pois o sol está a brilhar, levantem-se e sintam o calor da vida, se ergam e fiquem de pé para verem o senhor que Deus a ti enviou. Ressuscitem consciências para o espírito, não esperem o dia do juízo chegar porque não sabemos o dia e nem a hora da nossa morte, pois ela virá assim num simples piscar de olhos…

 

Por Maria Lúcia