Nós nascemos neste mundo, e ao passar do tempo produzimos a consciência. A consciência é o fruto do pé ser humano, e como qualquer outro fruto, ele amadurece na estação correta. Hoje podemos perceber que quando nascemos neste mundo não tínhamos consciência, mas ao crescermos fomos produzindo a nossa consciência, e a cada fase da nossa vida, esta consciência vai amadurecendo, até chegar à fase adulta do ser humano, e notamos que este fruto, a consciência, está madura, pronta a ser colhida. Isso eu digo de uma criação perfeita, que foi se evoluindo naturalmente conforme foi crescendo, pois se estudarmos cada consciência, é uma incógnita, pois as consciências passam por muitos traumas, muitos acontecimentos em sua vida, que podem afetá-las até no seu amadurecimento.

Pois bem, vamos contar que tudo aconteceu da maneira como Deus planejou. Quando a consciência amadurece, ela precisa se entregar nas mãos do espírito que já está dentro dela pela vida, pois a consciência pertence por direito a ele, pois Deus nos criou na carne para isso, produzir consciência e quando madura colhê-la para o bem do espírito de Deus. Naturalmente quando a consciência se entrega ao espírito, ela passa a reconhecê-lo, a explorar, a conhecer esta nova existência espiritual, pois até então, a consciência estava ligada a carne e conhecia todos os desejos e vontades dela, mas agora a consciência precisa conhecer sua nova existência, pois é pelo espírito que as nossas consciências viverão eternamente.

A vida é do espírito e é esta vida que devemos conhecer, devemos passar a conhecer e sentir os desejos espirituais, passar a conhecer este novo ser que se transformará dentro das nossas consciências, e é pelo espírito que as nossas consciências darão sequência a vida. Devemos perceber que um dia fomos um sêmen, hoje estamos na fase humana e lá a frente seremos espirituais, isso se cada consciência compreender cada fase da vida para continuar dando sequência a estas fases. Tudo é muito perfeito e lógico, cabe a cada consciência enxergar dentro do que ela está e realizar o propósito da vida em si, para que um dia ela nasça e se veja no plano do céu pelo espírito.

Por Kátia Campos