Quando começamos uma obra, realmente precisamos calcular antes para ver se tem como termina-la, pois, uma obra pela metade fica inacabada, e não teremos o resultado final do que queremos. O propósito de Deus é sério e precisamos compreende-lo para praticarmos em nós, pois se não houver compreensão não tem como pratica-lo. Não é difícil de entendimento, mas a consciência precisa estar voltada para compreende-lo. A consciência que produzimos não pode ser fraca, pois como derrubará a carne dentro dela para edificar o espírito? Se na hora de derrubar a carne, a consciência cair junto, não tem como levanta-la. E são as palavras da verdade junto com a compreensão da consciência que derruba a carne. Mas vemos que hoje os corações são fracos, tudo dói, justamente por estarem ligados a carne, por isso hoje não pode falar nada para as consciências, tudo é racismo, é bullying, pois ninguém leva a vida leve, mas todos estão pesados pelos enganos que os próprios montaram em suas mentes. Coração de vidro, alma sem pudor, consciência desregrada, e cada um culpa o outro pelas feridas abertas. Estão todos como Adão, culpando sempre o próximo, e não vê a si mesmo. Jogam com as palavras, mas de que isto adiantará no dia do juízo de cada um? Devemos olhar por nós mesmos e nos corrigir de fato, pois estamos diante de uma eternidade consciente, e esta eternidade pode ser vazia, ou com vida em si mesmo.

Por Kátia