Atrever a se autoconhecer não é só no sentido da palavra, mas realmente é mergulhar dentro de si mesmo, pois esta é uma grande jornada de volta para casa para nos encontrarmos com o Altíssimo face a face. Nossas consciências foram produzidas neste mundo onde tudo viemos a conhecer, fomos andando e nos distanciando conforme a somatória dos anos, histórias, acontecimentos e também sensações foram registradas na memória, cada um é capaz de contar seus feitos e os pontos que mais marcaram, pois estão todos destacados lá dentro onde tudo começou, muitos não tiveram tempo nem de abrirem seus olhos para iniciarem a trajetória, e logo foram ceifados, mas ainda assim, fazem parte de alguma história. Atrever a falar de si mesmo como a própria consciência, é o start que se deve dar para começar a andar no caminho da vida,  não somente pela coragem ou pelo muito querer, mas uma coisa é certa, para desbravar este caminho, a compreensão e o amor ao propósito de Deus temos que ter, e isto se adquire pela relação devida a convicção ao senhor da vida, que é este espírito que está em nós, pois ele desperta toda coragem suficiente para que nenhuma consciência se perca, mas que se encontre dentro de si com a vida.

Por Lauro Balbino