Deus teve uma necessidade de ter criado os seres humanos, pois se não tivesse esta necessidade, claramente Ele não teria nos criado. Falamos todos os dias sobre o propósito da vida e usamos muitos exemplos para tentar despertar a atenção das consciências a respeito deste propósito, todos sabem que tem a vida, mas ninguém faz caso dela, todos também sabem que uma hora na carne morreremos, mas ninguém se pergunta o que se pode fazer para de verdade salvar a alma. Ninguém virá do lado de fora para nos buscar e muitos menos voltaremos aqui para contar história, pois o penhor da salvação, o espírito de Deus que nos dá a vida já está assentado dentro de cada um de nós, mas depende da consciência reconhecê-lo e compreender suas batidas dentro do peito, pois nele nos movemos, vivemos e existimos e sem ele, o nada será o destino. Muitas perguntas são feitas constantemente dentro de cada consciência, mas a resposta continua não satisfazendo nenhuma delas por falta de conhecer à Deus, pois para ter o entendimento é preciso o conhecimento. E ainda que o conheçam não o aceitarão, pois, o Deus verdadeiro abomina a carne e tudo relacionado à ela, enquanto que o Deus montado até os ajudam em suas realizações carnais.

Estamos dentro de um propósito e porque não chegar até Deus e fazer a pergunta certa? Por que não aguardar em Deus a resposta que abre cada cela? Por que não abrir o coração para desvendar este mistério oculto pelas trevas da ignorância, mas na luz da sabedoria se revela para quem o quiser enquanto é dia, para buscarmos entendimento em Deus sobre a nossa razão de existir. É disto que falamos todos os dias, pois a consciência é o X da questão, a qualquer momento acabará o tempo e não teremos mais este corpo, mas enquanto temos este tempo, porque não buscar o sentido da vida que o espírito nos avisa?

 

Por Lauro Balbino