Nós estamos dentro de um propósito e este vai contra tudo que é da carne, tudo que é deste mundo, nada da matéria pode estar dentro de minha consciência, pois a lei de Deus é que eu ande pelo seu espírito que Ele me assentou pela vida e não pela carne que é barro e morta. A minha inclinação para o meu senhor faz com que muitos ventos fortes venham na minha direção, muitas águas imundas querem me afogar, pensamentos que aparecem do nada para tirar minha atenção do senhor, rajadas de areia que são trazidas do Norte pelos temporais para me cegar, correntezas de ar frio que surgem para congelar minha alma, e de tudo aparece para me desviar do meu senhor, mas disso tudo estou ciente, pois o mesmo me faz ter sabedoria para discernir o que é do bem e o que é do mal. O senhor me deu os seus olhos para por eles eu enxergar e com eles vejo quem se aproxima de mim, pois com a luz de seus olhos vejo o que está por detrás do além. O mar com suas ondas fortes e tempo fechado pode até causar medo, mas eu na presença do senhor posso acalmar a tempestade, calar o vento e andar sobre as águas, eu posso fazer isto, pois tudo acontece aqui dentro do meu grande universo, que é onde o Cristo está me ensinando a ter postura de um guerreiro do céu, um soldado do reino. Seguro a espada bem forte em minhas mãos e a minha frente vejo o senhor me ordenando como usa-la nas batalhas e ele me diz: endureceis o vosso coração porque aqui não pode ficar nenhuma criancinha viva, tudo que é morto precisa ser aniquilado, não é para ter dó de quem te leva para o inferno, eu, o senhor estou aqui para te ensinar e ajudar a ter controle dos ventos fortes que vem a surgir para te tirar do meu caminho, me ouça e faça o que mando, pois fazendo isto, farei o seu coração calar o vento e andar sobre as águas como na leveza de um passarinho…

Por Maria Lúcia