O espírito expressamente diz por João: eis que estou a porta e bato, se alguém ouvir a minha voz e abrir a sua porta, entrarei e cearei com ele e ele comigo. Mas se a tua consciência não abrir as portas do entendimento para que o espírito de Deus possa entrar, passará a vida inteira enganada, e por fim ainda cairá no vazio eterno. A tua consciência não pode errar no vindo de Deus, como o próprio Deus disse: eis que Eu envio o meu anjo, que te guardará neste caminho, que é enquanto estamos passando por este mundo, e te trará até este lugar que Eu vos tenho preparado, que é o céu. Mas quem é este vindo de Deus? Eliú disse assim deste vindo de Deus a nós: há um espírito no Homem, e a inspiração do Todo Poderoso é o que os faz entendidos. Salomão também disse assim deste espírito: quem subiu ao céu a não ser aquele que desceu do céu? E em outro texto ele diz: o pó volta ao pó como era e o espírito volta a Deus que o deu. E Paulo joga uma pá de cal, no assunto dizendo: e todos que são guiados pelo espírito de Deus, estes são os filhos de Deus.

Então, o vindo de Deus a nós, é este espírito que já nos dá a vida. Este é o Cristo de Deus, o Emanuel, o Deus conosco, o salvador, o resgatador, o que veio do céu para buscar as nossas consciências e leva-las ao céu, e lá, ele mesmo será o corpo eterno delas. Mas como Isaías disse: Senhor, quem creu na nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do senhor? Ele foi rejeitado e ignorado, e não fizeram dele caso algum. Um de quem todos lhe viraram o rosto. Era nele que estaria a nossa paz com Deus, mas ninguém fez caso algum dele. João disse assim deste espírito: veio para o que era seu, que são as consciências, mas que os seus não o receberam. Mas em seguida João disse: mas a todos que o receberam, deu-lhes o poder de serem chamados filhos de Deus, não que nasceram da vontade do homem e nem da carne, e nem do sangue, mas dos que nasceram da vontade de Deus, dos que são chamados por seu nome, que é Cristo. Este é o Cristo que nos salva, e não é o caso de Jesus, ou de Maomé, ou de qualquer outro que possa existir. Mas o vindo de Deus é este espírito que já nos dá a vida, pois se diz que este espírito voltará a Deus, e nunca mais a tua consciência terá a vida eterna. Este espírito já está em nós, como o próprio Jesus disse: o espírito é o que vivifica, a carne para nada se aproveita.

Por O teu espírito diz