A palavra aio quer dizer tutor, ou condutor, e Paulo disse que a lei de Moisés não salva a consciência, mas que ela serve de aio para nos conduzir ao espírito de Deus, pois este sim, salva a consciência. Tanto que Paulo disse que o fim da lei é Cristo, ou seja, é este espírito que nos dá vida. A consciência que chega verdadeiramente ao conhecimento desse espírito de Deus que já está dentro dela lhe dando a vida, está fora da lei de Moisés, pois se a lei de Moisés nos conduz ao espírito de Deus, uma vez chegando ao espírito de Deus, a lei acaba, mas não é só o fato de conhecer o espírito de Deus, mas sim passar a andar por ele, pois é nele que está a nossa vida eterna.

De que vale você chegar ao espírito, mas não andar por ele? Muitos chegaram ao conhecimento do espírito de Deus, mas continuam condenados, pois Paulo disse: não são os que sabem a lei de Deus que são justificados diante de Deus, mas os que praticam a lei, hão de ser justificados. E Paulo disse: a lei de Deus se cumpre em nós, consciências, que não andam segundo a carne, mas que andam segundo o espírito. E é muito nítido e muito claro ver por quem uma consciência anda, ela não precisa dizer que é espiritual ou carnal, mas o simples fato do sentimento que ela passa do espírito, ou da carne, já fica bem claro por quem ela anda. A boca fala o que quer, mas são os sentimentos que mostram por quem uma consciência anda, é nítido ver onde uma consciência está ligada. Se ela chegar ao conhecimento do espírito de Deus nela e continuar andando pela carne, Paulo disse que não resta mais sacrifícios por estes pecados, mas que uma certa expectação de juízo e ardor a consumirá diante de Deus.

Estamos neste mundo pelo propósito de Deus e jamais uma consciência que não queira cumprir o propósito de Deus dentro dela anda em paz, mas um ardor de juízo a consumirá. Se a minha alma queima diante de Deus por atos contrários à sua vontade, como posso sobreviver neste mundo buscando a piedade dos outros, fazendo com que os outros tenham dó de mim, pagando penitência, sacrificando a própria alma, sangrando a minha carne? É isso que me salvará diante de Deus? A minha alma deve ser pura diante de Deus, os meus objetivos devem ser claros, como está escrito no apocalipse: antes fostes frio ou quente, pois o morno dá ânsia de vômito em Deus e a tua consciência tem sido morna diante de Deus, ela não decidiu ainda o lado que quer para ela, mas anda em cima do muro, achando que na hora H vai pular para o lado certo.

Por O teu espírito diz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.