A consciência promíscua é aquela que errou a vida inteira, tentando se acertar, mas só prejudicou os outros, dizendo que foi prejudicada. É uma víbora tentando se passar por coitada. Quer chamar atenção de todos, mas não dá atenção a ninguém. Trata-se de uma consciência fraca, insana, irracional. Quer se passar por sangue nobre, sem ter nenhuma qualidade. Desconhece o que é vergonha, o que é caráter, o que é pudor. Por qualquer merreca já se entrega aos seus prazeres. Trai, mas não gosta de ser traída. Quer fazer os outros de marionetes, quer ter o poder sem respeito algum. Quer obrigar os outros, sem ter obrigação. Na verdade, todos a acham uma coitada, que anda sem direção, desnorteada, levada pela força do vento.

Se ouve constantemente da sua boca: quem der mais, me leva. Está no mercado como uma prostituta, como uma bijuteria que não vale nada, uma joia falsa, que não se dá o respeito, e qualquer um, pode lhe pegar em seus peitos. Cuida tanto da vida dos outros e não cuida da sua. Desconhece a razão e age como as loucas, esperando por uma salvação. Chora por qualquer coisa, mas não de emoção, pois é cheia de sentimentos perversos, que controlam a sua vida. Dias tem, dias não tem, dias está bom, mas dias está mal.

Como analisar uma consciência assim? Ela é destemperada, é desregrada e mais um monte des. Ela fica em seu canto cutucando a todos com a sua língua, é paranoica e julga todas as coisas do lado errado. Monta um circo em sua cabeça, com palhaços, domadores e até trapezistas, e por fim arma o seu barraco e dá um show de incompreensão. Fala até pelos cotovelos, como os ventríloquos, e canta sempre o mesmo refrão e depois do seu show, ela põe-se a chorar, que é a parte final, como a Maria arrependida. E esta é uma parte que ela interpreta muito bem, julgando que está pondo todos a seu favor, pois quem não se condói de uma pessoa chorando? E lá vai a vagabunda, todos a olhando de soslaio, por isso ela anda desconfiada, julgando que todos estão falando dela, que na verdade, estão. Todos a olham como: lá vai ela. Trata-se de uma consciência doente, com todos os sintomas de uma pessoa desenganada, não se firma em nada. O que esperar de uma consciência dessa? O que esperar do dia do juízo dela? Ela já anda num estado no mundo, do mesmo jeito onde ela cairá na eternidade, isto é, numa desgraça.

Por O Teu espírito diz