Não poderia iniciar este texto sem mencionar o que Isaías disse: levanta-te, resplandeça, porque já vem a tua luz, e a glória do Senhor vai nascendo sobre ti. Porque eis que as trevas cobriram a Terra e a escuridão os povos, mas sobre ti, o senhor virá surgindo e sua glória se verá sobre ti. O senhor é este espírito que Deus nos assentou pela vida, e João disse assim desse espírito: nele está a vida e a vida é a luz dos Homens. Quem é que não tem esta luz da vida em si mesmo? Mas esta vida é do espírito de Deus, e quem resplandece esta luz pela consciência, como Eliú disse: há um espírito no Homem, e a inspiração do Todo poderoso é o que o faz entendido. E quem que reflete a glória de Deus pela sua consciência, a sabedoria de Deus que nos leva a próxima etapa da vida? Paulo disse que tudo que se pode conhecer de Deus, está neste espírito que nos dá a vida e ele também disse: que a palavra de Cristo habite em nossas bocas abundantemente. Falamos tudo que sabemos e tudo o que vemos do propósito de Deus, e não ocultamos nada a ninguém, como Deus disse por Isaías: desde agora te faço ouvir coisas novas e ocultas que nunca conhecestes, são criadas agora, para que não digais: eis que eu já as sabia. É Deus quem nos revela todo o seu propósito, é Ele mesmo que escreve toda a sua lei em nossos corações e a sabedoria é Dele e não nossa, é nítido ver a sabedoria que vem de Deus e a sabedoria que vem do Homem. A sabedoria de Deus busca engrandecer a Deus, mas a sabedoria humana busca engrandecer o Homem.

A criação humana nada é, e vai para debaixo da terra, mas o espírito voltará a Deus, e a consciência que for junto com ele, gozará a vida eterna lá no plano do céu. Mas se trata de uma troca de corpo, uma troca de ser, uma troca de plano, a consciência trocará a carne pelo espírito de Deus, é ela quem trocará de corpo, de pessoa, de personalidade, de identidade e de planos, e o espírito é quem faz tudo isto, como está escrito: entrega teu caminho ao senhor, confia nele e ele tudo fará. Mas qual consciência crê o suficiente no espírito para se entregar a ele e deixa-lo realizar a obra de Deus nela? O que Deus visa do ser humano é a consciência que ele produz, mais nada, é a consciência que dará sequência a vida pelo espírito, a carne morrerá e ficará para trás, assim como o sêmen um dia morreu e deu lugar ao ser humano. Agora a carne deve morrer e dar lugar ao espírito de Deus, só o espírito de Deus habitará em nossa consciência para sempre, como Jesus disse: o servo que é a carne, não fica para sempre em casa, que é a consciência, mas o filho que é o espírito, fica. Se, pois, o espírito libertar a tua consciência da carne, verdadeiramente ela será livre. A consciência é um templo de habitação, ou uma casa, mas devemos ficar atentas para o que Jesus disse: a vossa casa ficará deserta. Uma vez o espírito foi embora para o céu e a tua consciência não foi junto, ela cairá no vazio eterno do nada.

Por O teu espírito diz