Olha só a resposta maravilhosa que Deus deu a Moisés perguntado qual é o seu nome: Eu Sou o que sou, disse Deus, assim dirás aos filhos de Israel, Eu Sou me enviou a vós, e este será o meu nome eternamente de geração em geração. O espírito de Deus disse assim por Jesus: eu sou o caminho, a verdade e a vida, e ninguém vem a mim, senão pelo meu espírito. E continua: eu sou a luz do mundo, eu sou o pastor das ovelhas, eu sou a porta dos céus e aquele que entrar por mim, achará passagem. Eu sou o anjo que Deus te enviou, eu sou a sua vida eterna, eu sou a pedra angular que os edificadores rejeitaram, eu sou o Deus convosco, o Emanuel, o Cristo de Deus. E o espírito de Deus não disse isso só por Jesus, mas por todos os profetas e apóstolos, eles também usaram a primeira pessoa de Deus, a primeira pessoa do espírito para falarem, e isto nos mostra que eles andavam pelo espírito de Deus. As visões que os profetas tinham, eram nas suas consciências que eles viam pelo espírito de Deus, assim como todos os Homens veem pela carne, os profetas e apóstolos viam pelo espírito de Deus. Hoje nós não falamos por nós mesmos, mas também falamos pelo espírito de Deus. A visão que temos do mundo é a mesma visão que Deus tem, pois nós vemos pelo espírito de Deus, assim como Davi já dizia em sua época: o Senhor olhou desde os céus para os filhos dos Homens, para ver se havia alguém que buscasse a verdade e praticasse a justiça, mas desviaram-se todos, e se fizeram imundos, não há quem faça o bem, não há sequer um.

Hoje também nós vemos o mesmo, não há um neste mundo que busque a Deus pela verdade e pratique a justiça de Deus. Todos se perderam e se fizeram imundos, por isso nós chegamos ao fim desta geração humana. Vemos as pragas de Deus para este tempo caindo sobre a carne e todas as consciências que estiverem ligadas a carne, sofrerão as consequências disso. As consciências não creem em Deus e nem no seu ungido, mas nós cremos e vemos tudo pelo Eu Sou.

Por O teu espírito diz