Eu fico tão à vontade de falar do propósito de Deus, como se o próprio Deus estivesse falando por minha boca, e eu mesmo aprendo com as palavras de Deus que saem da minha boca. Me coloquei em suas mãos e Ele fala tudo o que quer por mim. Deus está muito indignado com a sua criação humana, porque ela não produz consciência do seu espírito e todas vão atrás da carne. Era para todas andarem pelo espírito, no entanto, não se vê uma consciência pelo espírito e todas elas se ligaram a carne. Por isso Deus disse para estes finais dos tempos: sai dela povo meu, para que não incorras em suas pragas e em seus flagelos. Deus resolveu então jogar pragas na carne para ver se as consciências a deixam, mas mesmo assim elas vão atrás da carne e tomam tarjas pretas, porque não veem saída para os seus problemas carnais e mesmo com tudo isto não buscam o espírito de Deus.

Eu fico aqui tentando corrigir este erro de função, mas as consciências preferem mesmo tomar tarja preta e continuarem depressivas. Não tem remédio que tire uma consciência da carne, elas mesmas fazem de tudo para não saírem dela. Inventam salvações descabidas, dizendo que Deus irá perdoá-las, outras dizem que o amor de Deus é incondicional, dizem que não precisam passar pelo caminho da vida, pois outro virá buscá-las e continuam na carne como querem. Não se importam com o vazio eterno, muito menos com a vida eterna do espírito, mas não deixam a carne de jeito nenhum. É a família, o emprego, os amigos e não tem quem as tire disso. Nem Deus sabe o que aconteceu com a sua lavoura, pois fez de tudo e esperava que desse uvas boas, mas veio a produzir uvas bravas. E Deus abandonou a sua lavoura e deixou ser pastada pelas bestas feras do campo, que são estes malditos líderes religiosos e o mundo está como vemos, se auto destruindo.

Por O teu espírito diz