ESCOLHA O SOM DO AMOR

Existem dois tipos de som, o som provocado pelo Homem, que são os sons desta Terra, e o som da natureza, provocado pelo Criador Deus. Os sons desta Terra são estridentes aos nossos ouvidos, mas os sons da natureza são os sons da paz e da tranquilidade. São sons da maré, dos cantos dos pássaros, de uma cachoeira, da brisa da manhã e até mesmo o som do silêncio que nos faz meditar e refletir. Que maravilha sentir o bom perfume de Cristo, que são as palavras da verdade, palavras que nos trazem paz e que preenche a nossa alma do prazer de Deus. Eu gosto muito de tocar o sentimento, de sentir que o nosso Deus é presente e que Ele nos toca pela vida o tempo todo. Tenta sentir a ausência da vida para ver a falta que ela te faz?

Tudo isto é o sentimento da compreensão, o sentimento do amor e o sentimento do poder. Tente se vender aos céus, ser cativo da sabedoria e ande pelo caminho da justiça. Tente ser o prisioneiro de si mesmo, do eu verdadeiro, deste espírito que já nos dá a vida. Ouça a sua voz sussurrar em seus ouvidos pedindo a sua alma para habita-la. Não por força e nem por violência, mas por amor, por esperança de uma eternidade plena com vida. Deus espera o amor dos dois lados, tanto do espírito pela consciência quanto da consciência pelo espírito, pois estes fazem um par perfeito, o espírito pela vida eterna e a consciência pelo amor eterno. Este é o verdadeiro casamento com o filho da promessa, daquele que se diz: o que Deus uniu, o Homem não separa. O casamento da compreensão do propósito da vida, este sim, ouviremos os sons das bodas nupcial, os clarins dos anjos e das trombetas dos serafins. Eu já ouço, como a noiva, o som das festas das bodas e o noivo me esperando no altar. Esta festa já está preparada no céu para minha chegada, e eu não vejo a hora dos portões se abrirem e todos me verem vestida de branco, e eu ouvir os clarins tocarem bem alto e uma voz dizer: aí vem o noivo, e eu receber o meu senhor eterno, o anjo da aliança, e tudo para trás será apagado da minha memória, por tal felicidade que será o começo da minha vida eterna, e ouvir os sons dos céus para sempre.

Por O teu espírito diz