Mesmo quando não entendia a razão da vida, já raciocinava e via que o que me falavam não batia, a lógica tinha que prevalecer, entende? Mas o que as pessoas me falavam via que era absurdo, nas religiões via os maiores absurdos que iam contra o raciocínio lógico, eu não aceitava aquilo de jeito nenhum. Fui buscar na filosofia e logo entendi que lá só falava de como viver bem neste mundo, mas nem tocava no assunto da razão da vida. Fui buscar então, os pensadores e comprei livros de vários autores, percebi vários embromation, um até disse que nada sabia. Tentei por último a ciência humana, vi muita sabedoria, mas só deste plano material, pois eles não conseguem estudar o plano espiritual por estarem fora dele, e com isto ignoram o espírito de Deus neles, e até fazem muitas confusões dizendo que vida é a energia e não sabem que dois corpos podem sim ocupar o mesmo lugar no espaço desde que eles estejam em planos diferentes, mas como eles ignoram o plano espiritual, ignoram também a existência do espírito.

Chegou um tempo que me senti só, nem mesmo a bíblia me fazia sentido, pois não conseguia raciocinar pelas metáforas e via muito absurdo na bíblia, mas uma coisa me intrigava nela, pois pensava: como que várias cabeças falavam de uma mesma coisa, mesmo vindo em épocas diferentes, notava que todos os profetas e apóstolos falavam da mesma coisa, não era como os livros filosóficos, ou os livros científicos, ou os livros dos pensadores, ou até mesmo nas religiões que cada uma fala uma coisa. Mas a linha de pensamento dos profetas e dos apóstolos eram a mesma. No que, não entendia o que lia na bíblia, mas via que era uma só linha de pensamento, como se fosse uma mesma cabeça, tinha lá suas contrariedades que posteriormente descobri que foi por erro de tradução e não de quem escreveu, não digo só de tradução de línguas, mas de entendimento.

Mas mesmo me sentindo só, continuava indo atrás das minhas buscas, de querer saber a razão da vida, até que encontrei dentro de mim mesmo um caminho, um caminho sábio a trilhar, que é o caminho do raciocínio lógico, cheguei à conclusão de que na carne era uma criação, que tinha um Criador e que existia um propósito para Ele ter me criado. O que me intrigava como criação, era saber o que produzi como tal, foram noites sem dormir, até que um dia alguém me chamou pelo meu nome e gritou aos meus ouvidos: CONSCIÊNCIA, aquilo foi como se alguém dissesse: acorda consciência. Foi então que acordei para a vida e montei o quadro da razão da vida, onde temos um Criador, uma criação e o produto desta criação e a partir de então todas as outras coisas vieram à tona, num encaixe perfeito do entendimento.

Por O teu espírito diz