Nós sabemos que os seres humanos se fazem a lavoura de Deus e as consciências são os frutos desta lavoura, mas como Isaías disse por Deus: esperava que desse uvas boas, mas veio a produzir uvas bravas, e da parte de Deus tudo foi feito para que produzisse uvas boas, mas olha só as consciências que temos no mundo, todas estragadas, deterioradas, podres, infectadas pelo engano. No que Deus abandonou a sua lavoura e disse: derrubarei as cercas para que as bestas feras do campo a pisem, deixarei crescer nela o mato, não podarei, darei ordem aos céus que não derramem mais as suas chuvas, e que ela seja de toda desamparada.

E é nitidamente o que vemos hoje no mundo, a lavoura de Deus totalmente desamparada, o profeta Joel disse: que os servos sacerdotes do Senhor estão entristecidos, porque a colheita do campo pereceu. Não há mais o que colher, porque como disse o profeta Joel: o que ficou da lagarta o comeu o pulgão, e o que ficou do pulgão o comeu o gafanhoto e o que ficou do gafanhoto o comeu a locusta. Todas são pragas de lavoura, só para se ter uma ideia do que estou falando, o que ficou do Macedo o comeu o Valdomiro, o que ficou do Valdomiro o comeu o Malafaia e o que ficou do Malafaia o comeu o RR Soares, isto é só um exemplo, mas temos também: o que ficou da igreja católica o comeu a igreja protestante, o que ficou da igreja protestante o comeu os muçulmanos, o que ficou dos muçulmanos o comeu os budistas, e assim toda lavoura de Deus pereceu. Não há mais nada a colher para Deus e quando você prega o verdadeiro evangelho parece que é uma coisa muito estranha, fora do alcance do ser humano. As consciências não conseguem assimilar, mas elas já estão acostumadas com o engano, pois o engano é que liga a tua consciência a carne.

A verdade de Deus tenta ligar a tua consciência ao espírito que Deus nos assentou pela vida, pois ele é a nossa vida eterna, a carne como todos sabem morrerá, mas os deuses que as religiões criaram trazem benefícios só a carne, mas não falam de nenhum propósito e quando se fala da vida eterna, eles dizem que vamos tornar a carne novamente e vamos viver desta mesma maneira eternamente, até mesmo entre as famílias, um absurdo, fora de propósito, fora de contexto, não é uma nova vida, mas é a mesma que eles sempre quiseram que é esta vida mundana da carne e isso não vai acontecer, a hora que essa carne morrer, nunca mais ela tornará novamente. Ou a tua consciência nasce no espírito de Deus ou ela cairá no vazio eterno sem volta e isto é certo, é só esperar para ver.

Por O teu espírito diz