Que exala emanações fétidas, pútridas, mal cheirosa, infeccionadas, contaminada, que causa desgosto. Temos duas coisas em nós que pode causar doenças, uma é a doença na carne e a outra é a doença na consciência. A doença na carne é causada por vírus, ou por bactérias ou até mesmo por vermes que debilitam a nossa carne e que o próprio corpo possui um sistema imunológico que combate estas doenças, que por vezes ajudamos com remédios. Mas as doenças da alma são originadas pelo verme da carne, isto é, pela existência carnal, todas as doenças da alma estão diretamente ligadas à nossa carne. A carne é um verme que corrói as nossas consciências por dentro, deixando-as debilitadas, muitas vezes sem força para reagirmos, o remédio mais eficaz para as doenças das almas, é a compreensão. Se a consciência compreender verdadeiramente que está dentro de um propósito e que ela deve se desligar da carne e se ligar no espírito de Deus, já dá uma amenizada nos sintomas destas doenças da alma, e se ela realmente se desligar da carne e se ligar no espírito de Deus, acabarão todas as doenças da alma, pois no espírito não temos nenhum tipo de doença, pois ele é uma existência pura, com vida própria, e a primeira coisa que reina absoluto na consciência quando ela pratica o propósito de Deus nela, é a paz, pois ela passa a ter o entendimento das coisas.

A única coisa que não compreendo e que nem Deus explicou, é o porquê as consciências não enxergam o propósito da vida, pois quem passará uma eternidade no vazio eterno é a própria consciência. Este vírus da carne, afasta a consciência do espírito de Deus, por isso a carne deve ser eliminada dentro dela. Assim como um vírus detectado por uma doença no ser humano tem que ser eliminado da carne, se não o vírus pode levar a carne ao óbito, assim também se a carne estiver instalada dentro de uma consciência, ela levará a consciência ao vazio eterno. Em apocalipse se fala do dano da segunda morte, imagine a consciência se desligar da carne e do espírito para sempre, isto é, morrerá para os dois, a primeira morte da carne é inevitável, mas a segunda morte não é necessária, pois imagine a tua consciência morrer para a carne e morrer para o espírito de Deus? O que será dela na eternidade vazia? Você julga que isto não acontecerá com a tua consciência?

Eu lhe garanto que acontecerá, o problema não é a tua carne, pois ela já está determinada que voltará ao pó e o espírito também voltará a Deus que o deu, mas o grande problema aí, é a tua consciência, onde ela passará esta eternidade, pois voltar ao inconsciente, ela não volta, pois é uma grande aberração ao entendimento. E a tua consciência só tem duas opções, ou a vida eterna do espírito ou o vazio eterno do nada, se não matarmos este vírus da carne dentro das nossas consciências, com certeza ela levará a tua consciência ao vazio eterno, trata-se de uma infecção e por mais que você goste de uma pessoa, você sabe que ela morrerá e te deixará vazia, por isso Paulo disse, que as consciências estão inchadas na sua má compreensão.

Por O teu espírito diz